VITIMOLOGIA E DIREITOS HUMANOS

João Felipe Silva

Resumo


As questões atinentes à situação da vítima e seu comportamento frente ao algoz e as formas como se dá a vitimização em seus diversos graus apresenta-se de forma inquietante desde o período imediatamente posterior à Segunda Guerra Mundial. O surgimento da Vitimologia como área do conhecimento, cujo principal objetivo é o resguardo dos Direitos Humanos da vítima concretiza e afirma de
forma categórica o quão importante para as ciências penais e criminológicas é a percepção dos aspectos biológicos, psicológicos e sociais que circundam a ocorrência do crime e sobremaneira como a vítima se comporta frente a tais acontecimentos.

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, Hannah. Origens do Totalitarismo – tradução de Roberto Raposo, São Paulo: Companhia das Letras, 1.989.

ATF, Victim and Witness Protection. Documento Eletrônico. {on line}. Disponível em . Acesso em 28/09/2.012.

BERISTAIN, Antonio. Nova Criminologia à Luz do Direito Penal e da Vitimologia. Tradução de Cândido Furtado Maia Neto, Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2.000.

BRASIL, Decreto nº 7.037 de 21 de Dezembro de 2.009. Aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos - PNDH-3 e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 19 de Agosto de 2.013.

BREGA FILHO, Vladimir. Direitos Fundamentais na Constituição de 1988, conteúdo jurídico das expressões, São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2.002.

CARVALHO, Sandro Lobato de; LOBATO, Joaquim Henrique de Carvalho. Vitimização e Processo Penal. Documento eletrônico. {on line}. Disponível na Internet via WWW.URL: < http://jus.com.br/artigos/11854/vitimizacao-e-processopenal>. Acesso em 13 de Julho de 2.010.

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, promulgada pela Assembléia Nacional Constituinte em 05 de Outubro de 1.988.

FERNANDES, Newton; Valter Fernandes. Criminologia integrada. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1.995.

FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Direitos Humanos Fundamentais. São Paulo: Saraiva, 2.006.

GRECO, Alessandra Orcesi Pedro. A autocolocação da vítima em risco. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2.004.

KOSOVSKI, Ester. Fundamentos da Vitimologia. Documento eletrônico. {on line}. Disponível na Internet via WWW.URL: . Acesso em 15 de Abril de 2.011.

KOSOVSKI, Ester. Vitimologia e Direitos Humanos: Uma boa parceria. Documento eletrônico. {on line}. Disponível na Internet via WWW.URL:< http://www.sbvitimologia.org/artigos4.html>. Acesso em 01 de Novembro de 2011.

KOSOVSKI, Ester; Elida Séguin. Temas de Vitimologia. Rio de Janeiro: EditoraLumen Juris, 2.000.

LAFER, Celso. A reconstrução dos Direitos Humanos: um diálogo com o pensamento de Hanah Arendt. São Paulo: Companhia das Letras, 1.988.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Programa de Proteção à Vítima e à Testemunha –PROVITA. Documento eletrônico. {on line}. Disponível na Internet via WWW.URL: . Acesso em 05 de Outubro de 2.011.

OLIVEIRA, Edmundo. Vitimologia e direito penal: o crime precipitado ou programado pela vítima. Rio de Janeiro: Companhia Editora Forense, 2.003.

ONU, Organização das Nações Unidas. Declaração dos Princípios Básicos de Justiça Relativos às Vítimas da Criminalidade e de Abuso de Poder (1985): adotada em 29 de Novembro de 1985. Documento eletrônico. {on line}. Disponível em: . Acesso em 03 de setembro de 2.010.

PROGRAMA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (PNDH-3). Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – rev. e atual. Brasília: SDH/ PR, 2.010.

SALIBA, Marcelo Gonçalves. Justiça restaurativa e paradigma punitivo. Curitiba: Juruá, 2.009.

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos Direitos Fundamentais. Porto Alegre: Livraria do Advogado. 1.998.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. São Paulo: Malheiros, 2.009.

ZAFFARONI, Eugenio Raúl, O Inimigo no Direito Penal. Tradução de Sérgio Lamarão – Rio de Janeiro: Revan, 2007, 2ª edição junho de 2.007.




DOI: http://dx.doi.org/10.35356/argumenta.v0i18.292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista Argumenta

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil