NOVAS FORMAS DE CONTROLE BIOPOLÍTICO: UMA LEITURA A PARTIR DE FOUCAULT

Emily Garcia, Américo Grisotto

Resumo


A passagem do poder soberano com penas de suplício para o poder disciplinar fundado na constante vigilância pautou os primeiros estudos de Michel Foucault sobre as relações de poder, o qual se modificou ao longo do tempo. No livro “História da Sexualidade”, de 1976, em seu volume I, Foucault apresenta pela primeira vez o termo biopolítica, o qual irá se repetir no livro “Segurança, Território e População”, de 1977, e no livro “O nascimento da biopolitica”, de 1978, esse último tratando, em partes, da biopolitica relacionada ao neoliberalismo da Escola de Chicago, que é o foco do presente trabalho. Será tratada, assim, a passagem das sociedades pautadas na soberania para as sociedades disciplinares, as quais foram trabalhadas por Foucault, e, levando-se em consideração a crise da sociedade disciplinar já observada pelo filósofo, será apresentada a passagem da sociedade disciplinar para a sociedade de controle trabalhada por Gilles Deleuze, analisando-se, então, as novas formas de controle biopolítico presentes nessa sociedade, que é continuação da sociedade disciplinar, e que se centra na cifra, isto é, nas senhas. O objetivo do trabalho, portanto, é a demonstração da passagem das sociedades pautadas na soberania para as sociedades disciplinares até se chegar ao que temos hoje, uma sociedade pautada no controle, buscando-se, a partir disso, a compreensão das relações de poder nessa sociedade. Para isso, a pesquisa se pautará em levantamento bibliográfico. 


Palavras-chave


Controle; Biopolítica; Michel Foucault

Texto completo:

PDF

Referências


BONAVIDES, Paulo. Ciência Política. 10ª edição. São Paulo: Malheiros, 2010.

CANDIOTTO, César. A regulação da vida pela biopolítica: a leitura foucaultiana da teoria do capital humano de Gary Becker. In: CANDIOTTO, Cesar. OLIVEIRA, Jelson (Orgs). Vida e liberdade: Entre a ética e a política. Curitiba: PUCPRess, 2016.

CASTRO, Edgardo. Vocabulário de Foucault: Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. Tradução de lngrid Müller Xavier. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

DELEUZE, Gilles. Post-scriptum sobre as sociedades de controle. In: Conversações. Tradução de Peter Pál Pelbart. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

DUARTE, André. Foucault e as novas figuras da biopolítica: o fascismo contemporâneo. In: VEIGA-NETO, Alfredo. RAGO, Margareth. Para uma vida não-fascista. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. 42. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

________________. Nascimento da biopolítica: curso dado no Collège de France (1978-1979). Tradução de Eduardo Brandao. Revisão da tradução Claudia Berliner. -São Paulo: Martins Fontes, 2008.

________________. Em Defesa da Sociedade. Tradução de Maria E. Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

________________. História da Sexualidade: A vontade de saber. Volume I. Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. 4ª. Edição. São Paulo: Paz e Terra, 2017.

________________. Entrevista concedida a Serge Moati. Michel Foucault: la justice et la police. França, 25 de abril de 1977. Disponível em: http://www.ina.fr/video/I06277669

REVEL, Judith. Dicionário Foucault. Tradução de Anderson Alexandre da Silva. Rio de Janeiro: Forense Universitária.

VATTER, Miguel. Foucault e Hayek: lei republicana e sociedade civil liberal. In: Nalli, Marcos. MANSANO, Sonia Regina Vargas. (Orgs). Michel Foucault: desdobramentos. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Argumenta Journal Law

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil