OCUPAÇÃO PRIVADA DO ESPAÇO URBANO: LOTEAMENTOS FECHADOS E ASSOCIAÇÕES DE CONDOMÍNIOS

Natália Cardoso Marra

Resumo


As cidades passam constantemente por transformações que modificam a forma de uso do espaço. Na atualidade, modos privados de ocupação estão se desenvolvendo e expandindo, chegando até mesmo a influenciar a gestão dos espaços e serviços. O presente artigo visa analisar as leis que regulamentam a implantação de empreendimentos urbanos diante da ampliação do número de loteamentos fechados e de áreas administradas por associações condominiais. É questionado no trabalho o significado da rua, a expressão da cidadania e a administração municipal no contexto na privatização. Para a realização da pesquisa foram feitos levantamentos legislativo, teórico e entrevistas com moradores de loteamentos fechados, empreendedores imobiliários, gestores municipais e membros de associações de moradores. O que se pode perceber pela leitura do artigo é a tendência inquestionável de privatização de serviços, porém a aplicação espacial desse uso privado ainda desafia juristas e administradores públicos.


Palavras-chave


Privatização; Espaço Urbano; Loteamentos Fechados; Associação de Condomínios.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Luciana Teixeira. Condomínios Fechados na Região Metropolitana de Belo Horizonte: novas e velhas experiências. Anais..., IX ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, Rio de Janeiro, 2001.

ANDRADE, Luciana Teixeira. Segregação socioespacial e vida cotidiana: o caso dos condomínios fechados. Caxambu. XXVI ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS, 2002.

ARAÚJO, Marinella Machado. Fundamentação jurídico-legal e financiamento da cooperação interinstitucional. In: CASTRO, E.; WOJCIECHOWSKI, M. J. (org.). Inclusão, colaboração e governança urbana. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2010. p. 141-154.

BARBOSA, Dênio Dutra; PIMENTA, Carlos Souza. Loteamento Fechado. Revista do Curso de Direito do UNIFOR, v. 1, n. 1, 2010. Disponível em: Acesso em: 27 jan. 2018.

BOTELHO, Adriano.O Urbano em Fragmentos.São Paulo: Annablume; FAPESP, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Efeitos do Lugar. In: BOURDIEU, P. et al. A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1999.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal - STF. Inteiro Teor do Acórdão do Recurso Extraordinário 607.940 decidido em 04 de abril de 2016. Disponível em: . Acesso em: 20. Mai. 2016.

BRITO, Fausto. O deslocamento da população brasileira para as metrópoles. Estudos Avançados, São Paulo, v. 20, n. 57, mai./ago., 2006. Disponível em: Acesso em: 19 mai. 2018.

FERREIRA, Álvaro. A Cidade no século XXI. Segregação e banalização do espaço. Rio de Janeiro: Consequência, 2011.

FREI, José Carlos de. Da Legalidade dos Loteamentos Fechados, 1998. Disponível em: Acesso em: 21 jan. 2018.

LEFEBVRE, Henri. The Production of Space. Oxford: Basil Blackwell, 1991.

LOPES, João Batista. Condomínio.Revista Editora dos Tribunais, São Paulo, 10. ed., 2008.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. A Rua e a Evolução da Sociabilidade. Cadernos de História de São Paulo, v. 2, jan./dez., 1993.

MENDONÇA, Jupira Gomes; COSTA, Heloisa Soares de Moura. Dinâmica imobiliária e a formação de um “obscuro objeto de desejo”: localização residencial e representação simbólica. 32° ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS. Caxambu, 2008. Disponível em: Acesso em: 08 out. 2017.

MOURA, Cristina Patriota. Fortificação Preventiva e a Urbanidade como Perigo. Série Antropologia. v. 407, Brasília: DAN/UnB, 2006.

MOURA, Cristina Patriota de. Condomínios horizontais em Brasília: elementos e composições. Antropolítica: revista contemporânea de Antropologia, Niterói, n. 32, p. 87-112, 1. sem., 2012. Disponível em: Acesso em: 18 ago. 2017.

OLIVEIRA, Fabrício Pereira de. A indisponibilidade da reserva de “área institucional” no parcelamento do solo urbano. JusNavigandi, Teresina, n. 2549, jun., 2010. Disponível em: . Acesso em: 22 jan 2018.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter. Conseqüências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio/São Paulo, Record, 1999.

SILVA, José Afonso. A dignidade da pessoa humana como valor supremo da democracia. Revista de Direito Urbanístico, Rio de Janeiro, n. 212, p.89-94, abr./jun., 1998.

SILVA, Helena Menna Barreto. Apresentação.In: BIDOU-ZACHARIASEN, Catherine (coord.) De volta à cidade: dos processos de gentrificação às políticas de “revitalização” dos centros urbanos. São Paulo: Annablume, 2006.

SILVA, Maria Floresia Pessoa de Souza E..A expansão dos condomínios fechados no Brasil e no mundo: redimensionando o fenômeno. XIII ENANPUR ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, Florianópolis, 2009.

SILVA, José Afonso da.Direito urbanístico brasileiro. São Paulo, Ed. Malheiros, 7ª ed, 2012.

TOMANIK, Raquel. À margem da cidade ou à margem da lei? Estado da arte e desafios da regulamentação dos condomínios fechados. IV Enanparq – Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo. Porto Alegre, 25 a 29 de Julho de 2016.

VILLAÇA, Flávio. São Paulo: segregação urbana e desigualdade. Estudos Avançados, v. 25, n. 71, São Paulo, p. 37-58, jan./abr., 2011.

WACQUANT, Loic J. D.. Da América com utopia às avessas. In: BOURDIEU, P. et al. A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Argumenta Journal Law

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil