A era da informação é essencialmente a era da leitura?

Bruna Furlan, Beatriz Maria Eichenberg, Wellington Luiz Vojniek, Tamara Gericke, Rosana Mara Koerner

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados de um estudo que teve como objetivo principal entender se o acesso à internet e ao seu incalculável acervo literário estimula (ou não) a leitura de livros, tendo em vista o avanço tecnológico e a apropriação cultural dos grandes novos suportes digitais. O estudo também investigou possíveis mudanças nos hábitos de leitura dos indivíduos conectados ao universo digital atual – sejam elas em função desses novos suportes ou até mesmo pelas características exclusivas do conteúdo (diagramação, usabilidade, caracteres) criado para circular na web. Os dados da pesquisa foram obtidos através de um questionário online e o trabalho elaborado descritiva e qualitativamente. Burke (2002), Freire (1989) e Moraes (2012) são alguns dos autores referenciados na pesquisa, a qual evidenciou, dentre outras considerações, a constante transformação na concepção de leitura. 

Palavras-chave


Leitura Digital; Leitura na Contemporaneidade; Leitura no Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia