Homem, pátria, estado, virtude e guerra: o abismo das compreensões em um diálogo de ‘A Ilíada’ e de ‘Nada de novo no front’

Fernando Bruno Antonelli Molina Benites

Resumo


O presente trabalho procede à leitura de dois diálogos: o transcorrido entre Heitor e sua esposa Andrômaca no Canto VI de A Ilíada, e o travado entre os “irmãos de armas” Paul, Albert, Tjaden, Kat, Kröpp e Müller no Capítulo IX de Nada de novo no front. Tais excertos, recortes concisos das referidas obras, pretendem jogar luz nos termos que aqui interessam, a saber: homem, pátria, estado, virtude e guerra, buscando evidenciar sua compreensão nas diferentes épocas e contextos, para o que se fez necessário recorrer à história (McKAY et al, 2015; HANSON, 2015), filosofia (JAEGER, 1991) e sociologia (SCRUTON, 2015). O resultado da pesquisa bibliográfica empreendida, abrangendo esses e outros autores, intenta figurar como uma proposta de leitura comparada de trechos essenciais dos clássicos em questão (CALVINO, 1991) e de vocábulos que resistem a longos intervalos de tempo, como o existente entre as obras analisadas.


Palavras-chave


A Ilíada. Nada de novo no front. Guerra.

Texto completo:

XML PDF

Referências


ALVES, Rubem. Entre a ciência e a sapiência. O dilema da educação. 12 ed. São Paulo: Ed. Loyola, 2004.

CALVINO, Ítalo. Por que ler os clássicos. Trad. Nilton Moulin. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

CARPEAUX, Otto Maria. A história da literatura ocidental. Vol. Único. São Paulo: Leya, 2012.

Guerra de Tróia. Disponível em . Acesso em 15 out. 2018.

HANSON, Victor Davis. Por que estudar guerra? Trad. Felipe Alves. 2015. Disponível em . Acesso em 22 out. 2018.

HOMERO. A Ilíada. Trad. Fernando C. de Araújo Gomes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1998.

JAEGER, Werner. Cristianismo Primitivo e Paidéia Grega. Lisboa. Portugal: Edições 70, 1991.

MARX, Karl. Teses sobre Feuerbach. 1999. Disponível em . Acesso em 23 jul. 2017.

McKAY, Brett et. al. Por que todo homem deveria estudar cultura clássica. Trad. Humberto Motta. 2015. Disponível em . Acesso em 30 jun. 2017.

Primeira Guerra Mundial. Disponível em . Acesso em 18 out. 2018.

REMARQUE, Erich Maria. Nada de novo no front. Trad. Helen Rumjanek. São Paulo: Abril Cultural, 1974.

ROOSEVELT, Theodore. State of the Union Address. 2006. Disponível em . Acesso em 28 out. 2018.

SCRUTON, Roger. Como ser um conservador. Trad. Bruno Garschagen. Rio de Janeiro: Record, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia