A inserção da leitura no ensino fundamental II no norte do Tocantins

Josiene Paiva de Freitas, Tania Regina Martins Machado

Resumo


Esta pesquisa se justifica pela importância do hábito da leitura e de leitores críticos e conscientes de sua atuação em sociedade. Tem-se como objetivo geral pesquisar, junto a docentes de língua portuguesa de Ensino Fundamental II, como está sendo inserida a leitura na vida escolar desses alunos e como os discentes estão recebendo essa prática na sala de aula. Os objetivos específicos são: a) Discutir a importância de se incentivar a formação de leitores no âmbito escolar; b) Verificar como os alunos do ensino fundamental II se comportam diante da forma como a leitura é inserida nas aulas de língua portuguesa; c) Investigar como os professores inserem a leitura dentro da sala de aula nas turmas do ensino fundamental II; d) Refletir se suas metodologias são adequadas para incentivar o gosto e o hábito de leitura. Para sua fundamentação temos os autores: Angela Kleiman, João Wanderlei Geraldi, Yara Liberato, Paulo Freire e Sírio Possenti dedicados a estudar essa temática. Esta investigação traz uma abordagem bibliográfica com apontamento para uma pesquisa de campo que utiliza como instrumento um formulário respondido por professores de português de escolas de Ensino Fundamental (EF) II da rede pública de Araguatins – TO. Considera-se que esta discussão contribui para formação desse profissional mais adequada para enfrentar essa prática que envolve o ensino da leitura. Além disso, pontuamos que o professor tem papel fundamental nessa fase, mas que não extingue a responsabilidade da família nessa trajetória na formação de leitores.


Palavras-chave


Prática docente. Língua portuguesa. leitores críticos.

Texto completo:

PDF Sem título

Referências


BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN. Língua portuguesa. Brasília – DF: MEC, 1997.

______. Base Nacional Comum Curricular: Ensino fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

______. Lei de Diretrizes e Bases. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2019.

CASTELLO-PEREIRA, Leda Tessari. Leitura de Estudo: ler para aprender a estudar e estudar para aprender a ler. Campinas – SP: Editora Alínea, 2005. 2. ed.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Mini Aurélio: o dicionário da língua portuguesa. Curitiba: Positivo, 2010. 8ª ed.

FULGÊNCIO, Lúcia. LIBERATO, Yara. Como facilitar a leitura. São Paulo: Editora Contexto, 1992.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1989.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora paz e terra, 1996.

GERALDI, João Wanderley. Práticas de leitura na escola. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Scipione/Ática, 1999.

KLEIMAN, Ângela. Texto e leitor: aspectos Cognitivos da leitura. Campinas - SP: Editora Pontes, 1989.

______. Oficina de leitura. Teoria e prática. Campinas – SP: Editora Pontes, 2012. 14ª ed.

______. Preciso “ensinar” o letramento? Não basta ensinar a ler e a escrever? Campinas: CEFIEL/UNICAMP, 2005.

PAIVA, Aparecida. Alfabetização e Leitura Literária. A leitura literária no processo de alfabetização: a mediação do professor. In: BRASIL. Alfabetização e letramento na infância. Boletim 09, Ceale/UFMG/MEC, junho, 2005. Belo Horizonte, Autêntica Editora, 2003.

POSSENTI, Sírio. Por que (não) ensinar gramática na escola. Campinas – SP: editora: Mercado de letras, 2003.

SILVA, Lilian L. M. da. “Ás vezes ela mandava ler dois ou três livros por ano In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Scipione/Ática, 1999.

TESTA, Eliane. “Além da leitura”: “leitores reais” em condições de compartilhamentos de leituras. In: TESTA, Eliane. LEITE, João de Deus (Orgs.). Além da leitura: cartografias de leitura e de escrita [recurso eletrônico]. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia