Apontamentos para uma estética homoafetiva: “Frederico Paciência”, de Mário de Andrade

Marcus Rodolfo Bringel de Oliveira

Resumo


O presente artigo estuda as possibilidades de situar o conto “Frederico Paciência”, de Mário de Andrade, no que veio a se chamar, posteriormente, de homotextualidade, a partir de pressupostos narrativos que o identifiquem nesta estética, por meio da análise de representações identificadas com essa proposta. Sugere-se ainda um posicionamento deste conto em diálogo com outras manifestações da homoafetividade no cânone da literatura brasileira, inserindo-o, criticamente, no percurso de obras que tratam da temática.


Palavras-chave


Mário de Andrade. Homotextualidade. Cânone literário brasileiro. Representação.

Texto completo:

PDF

Referências


ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca. 1ª edição. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

ANDRADE, Mário de. Frederico Paciência. Em: Contos novos. São Paulo: Martins, 1956.

BOSI, Alfredo. Fenomenologia do olhar. Em: NOVAES, Adauto (org.). O olhar. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. Pp. 65-88.

INÁCIO, Emerson da Cruz. Homossexualidade, homoerotismo e homossociabilidade: em torno de três conceitos e um exemplo. Em: SANTOS, Rick & GARCIA, Wilton (org.). A escrita de adé: perspectivas teóricas dos estudos gays e lésbic@s no Brasil. São Paulo: Xamã/NCC-SUNY, 2002. Pp. 59-70.

COSTA LIMA, Luiz. Representação social e mimesis. Em: Dispersa demanda. Rio de Janeiro: Editora Francisco Alves, 1981. Pp. 216-236.

LEITE, Ligia Chiappini Moraes. O foco narrativo. 10ª edição. São Paulo: Ática, 2001.

LOPES, Denilson. O homem que amava rapazes e outros ensaios. 1ª edição. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2002.

_____. Por uma nova invisibilidade. Em: RUFFATO, Luiz. Entre nós: contos sobre homossexualidade. 1ª edição. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2007. Pp. 17-20.

RABELLO, Ivone Daré. A caminho do encontro: uma leitura de Contos Novos. 1ª edição. São Paulo: Ateliê Editorial, 1999.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso. 7ª edição. Rio de Janeiro, Record, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia