Fazer chover na sala de aula: análise de fórmulas cristalizadas no discurso da acadêmica professora sobre sua atividade em sala

Robson Deon, Maria Ieda Almeida Muniz

Resumo


Este trabalho objetiva analisar as fórmulas discursivas (expressões que se cristalizam na linguagem) por meio do discurso da professora estagiária, comentando sobre as atividades desempenhadas na sala de aula em uma entrevista na fase da autoconfrontação simples. Também serão trabalhados conceitos como atividade prescrita, real da atividade, estilo da ação, relacionando-os com o posicionamento discursivo da estagiária, que é construído com o auxílio das fórmulas cristalizadas da língua. Os resultados destacam a percepção do modo de engajamento e de trabalho da estagiária, como também a sua percepção em relação à atividade escolar. Mostraremos, ainda, sobre a funcionalidade destas expressões plastificadas no interior do discurso.

Palavras-chave


Fórmulas. Discurso. Estilo da Ação.

Texto completo:

PDF

Referências


Alckmin gasta mais R$ 4 milhões com avião que promete fazer chover sobre represas. Disponível em: Acessado em: 25 mar. 2015.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezera. 6. Ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, Mikhail. Aesthetic of verbal creation. Paris, Gallimard, 1984.

CLOT, Y. La fonction psychologique du travail. 4ª ed. Paris: PUF, 2004a.

CLOT, Y. FAÏTA D. Genre et style en analyse du travail. In: Travailler, n. 4, Paris: Martin Media, 2001.

CLOT, Y. et al. Entrétiens em autoconfrontation croisée: une méthode em clinique de l’activité. In: Éducation Permanente, n. 146, 2001, p. 17- 25.

CLOT, Y. et al. Entrétiens em autoconfrontation croisée: une méthode em clinique de l’activité. 2001. Disponível em: Acessado em: 14 jun. 2015.

CLOT, Y. Trabalho e poder de agir. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

FAÏTA, D. La conduite du TGV: exercices de styles. Camps Visuels, n. 6, 1997.

LOPES, Roberta Leiliane. “Deus é brasileiro e vai fazer chover”, diz ministro de Minas de Energia. Disponível em: Acessado em: 25. mar. 2015> Acessado em: 25. mar. 2015.

MAINGUENEAU, D. Análise de textos da comunicação. São Paulo: Cortez, 2008.

____. Cenas da Enunciação. São Paulo: Parábola, 2008.

MUNIZ, Maria I. A,; et al. O aprendiz de professor e o real da atividade: uma constante interação verbal. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE ESTUDOS DO DISCURSO, IX, Belo Horizonte, 2011. Disponível em: < http://www.pgletras.uerj.br/gtlet/arquivos/mieda_artigo_aled.pdf> Acessado em: 14 jun. 2015.

___. As práticas discursivas em situação de trabalho e o real da atividade: uma consciência jurídica. Tese de Doutorado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, SP, 2008.

___, et al. A linguagem e suas múltiplas vissões. Organização: Maria Ieda Almeida Muniz e Arlete Ribeiro Nepomuceno. Montes Claros, MG: Unimontes, 2011.

KRIEG-PLANQUE, Alice. Noção de fórmula em análise do discurso: Quadro Teórico e Metodológico. São Paulo: Parábola Editoria, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia