Mulher e ficção: as personagens femininas em "Os anos"

Caroline Resende Neves

Resumo


A pesquisa apresentada neste artigo buscou identificar as características presentes nas personagens femininas do livro Os anos, da autora inglesa Virginia Woolf. A partir dessa identificação, é possível fazer uma melhor análise de seu enredo, contexto e até mesmo a inserção de Woolf na crítica feminista. Com a leitura de teóricas na área de autoria feminina e dos textos críticos de Virginia, como Um teto todo seu, Women and writing e Mulheres e ficção, foi feito um estudo sobre o papel da autora mulher na literatura, como a criação de personagens femininas por essas escritoras é capaz de mudar a visão dos estereótipos até então existentes. Após esta pesquisa crítica, seguiu-se a leitura do livro em questão, buscado as características esperadas nas personagens. O resultado foi mais satisfatório que o esperado, com uma profusão de personalidades, destinos e críticas embutidas a tais protagonistas. 


Palavras-chave


Virginia Woolf; Os anos; Romance autobiográfico; Autoria feminina; Crítica feminista

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. de. Cosima: à procura de um lugar de afirmação da autoria feminina. 2009. Juiz de Fora. Disponível em: . Acesso em: 11 set 2015.

BIVAR, A. Prefácio. In: WOOLF, Virginia. Os Anos. Trad. Raul de Sá. Osasco: Novo Século, 2011.

LEE, H. Hermione Lee recommends the best books on Virginia Woolf: depoimento. [17 junho 2016]. Five Books. Entrevista concedida a David Shackleton. Disponível em: . Acesso em: 04 set 2016.

MAIA, C. J. Malditas e insubordinadas: a solteirona na literatura e em outros discursos. In: DUARTE, C. L.; MAIA, C.; ABREU, L. R. de; BARROCA, I. C. S.; PERES, M. F. M. (orgs). Arquivos Femininos: literatura, valores, sentidos. Ilha de Santa Catarina: Mulheres, 2014.

OLIVEIRA, M. A. de. A representação feminina na obra de Virginia Woolf: um diálogo entre o projeto político e o estético. Araraquara: UNESP, 2013.

SHOWALTER, E. A literature of their own: British women novelists from Brontë to Lessing. Princeton University, 1999.

______. Criticism in the Wilderness. Critical Inquiry, Chicago, v. 8, n, 2, p. 179-205, 1981.

WOOLF, V. Mulheres e ficção. In: ______. O valor do riso e outros ensaios. Trad e org: Leonardo Froés. São Paulo: Cosac Naify, 2014, p. 270 – 283.

______. Os Anos. Trad. Raul de Sá. Osasco: Novo Século, 2011.

______. Professions for women. In: ______. Women and Writing. Ed. Michèlle Barrett. London: The Women’s Press, 1979.

______. Um teto todo seu. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Clarabóia está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:

DOAJ  Latindex IBICT  DIADORIM  ERIHPLUS Redib MIAR WorldCat CiteFactor MLA

Licença Creative Commons
Revista Claraboia está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/claraboia