INCLUSÃO E A FORMAÇÃO PARA ATUAÇÃO DO GESTOR ESCOLAR.

Flaviane Pelloso Molina Freitas, Marisa Schneckenberg

Resumo


Tendo em vista a realidade atual de o ensino escolar estar pautado numa perspectiva inclusiva, e que a escola sendo uma organização, necessita de uma gestão para se aproximar do escopo final que é o ensino e aprendizagem de todos, este artigo objetivou-se analisar os documentos oficiais do Programa “Educação Inclusiva: Direito a Diversidade” em uma década de vigência (2003-2103). E assim identificar a formação proposta para atuação do gestor escolar frente à inclusão. Utilizou-se de pesquisa bibliográfica e documental, e como método a Análise do Conteúdo.  Como resultados foram encontrados três enunciados formativos para a atuação do gestor escolar para a inclusão, sendo primeiro por meio da execução da proposta pedagógica, segundo por meio da atuação democrática e participativa, e em terceiro por meio da gestão do clima e da cultura escolar inclusivos. Assim, para garantir o direto de todos os alunos de entrarem na escola e nela permanecerem, sendo instrumentalizados por meio do ensino e aprendizagem, tem que se pensar em mudança significativa do ensino e da escola. E para essas mudanças a prática do gestor escolar é essencial, que por intermédio da construção de uma proposta pedagógica inclusiva vem guiar a escola de forma participativa e democrática, e favorecer a construção de um clima e uma cultura escolar inclusivos que proporcione um compromisso de assumir a inclusão como meta e anseio de todos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.