O ENSINO DE BIOLOGIA A PARTIR DO ESTUDO DAS DOENÇAS AUTOIMUNES COMO CONTROVÉRSIAS SOCIOCIENTÍFICAS: UMA PROPOSTA DIDÁTICA

Vanessa Rechetzki, Rodrigo Diego de Souza

Resumo


As doenças autoimunes vêm se desencadeando cada vez mais na população. Entendendo-se que o Ensino de Biologia proporciona os espaços para que os sujeitos possam se apropriar dos conceitos, conteúdos, e demais aspectos pertinentes para uma maior compreensão deste assunto, inclusive enquanto controvérsia sociocientífica, esta pesquisa buscou responder à seguinte questão: É possível no Ensino de Biologia um estudo sobre as doenças autoimunes enquanto controvérsias sociocientíficas? Para responder a esta indagação, optou-se por uma pesquisa qualitativa, que aconteceu em três etapas, sendo: (1) o estudo e fundamentação teórica acerca das Controvérsias Sociocientíficas e as Doenças Autoimunes; (2) a análise de Livros Didáticos (LD) de Biologia com o intuito de identificar a presença ou não do conteúdo de Doenças Autoimunes nos LD; e (3) a elaboração de uma proposta didática com possibilidade para o estudo das Doenças Autoimunes no Ensino Médio. Ao término da pesquisa constataram-se lacunas referentes ao estudo das Doenças autoimunes no Ensino Médio, e elaborou-se uma Proposta Didática pautada nos Três Momentos Pedagógicos de Delizoicov, Angotti e Pernambuco (2002), para o estudo das doenças autoimunes como controvérsias sociocientíficas.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ABCMED, 2014. Doenças autoimunes: o que são? Quais são as causas? E o diagnóstico e tratamento? Como elas se manifestam e evoluem?. Disponível em: http://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/574312/doencas-autoimunes-o-que-sao-quais-sao-as-causas-e-o-diagnostico-e-tratamento-como-elas-se-manifestam-e-evoluem.htm Acesso em: 23 ago. 2016.

AMERICAN AUTOIMMUNE RELATED DISEASES ASSOCIATION - AARDA. Autoimmune Statistics. Disponível em: https://www.aarda.org/autoimmune-information/autoimmune-statistics/ . Acesso em: 23 ago. 2016.

ANGROSINO, M.; FLICK, U. (coord.). Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BAZZO, W. A. Ciência, Tecnologia e Sociedade e o contexto da educação tecnológica. 4. ed. rev. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2014.

BRASIL, MEC, SEB. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC, SEB, 2006.

BRASIL, Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC, SEMTEC, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Matriz de Referência para o ENEM 2011. Brasília, Distrito Federal, 2011. 19p. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/edital/2011/edital_n07_18_05_2011_2.pdf. Acesso em: 24 set. 2016.

CARLINI-COTRIM, B; ROSEMBERG, F. Os livros didáticos e o ensino para a saúde: o caso das drogas psicotrópicas. Rev. Saúde Públ. 1991; 25 (4): 299-305.

CASTILHO, N. Interação do professor de Biologia com o livro didático. I Encontro Nacional de Pesquisa em Ensino de Ciências;1997; Águas de Lindóia (SP). Porto Alegre: Instituto de Física – UFRGS, 1997.

COSTA, J. M; CÂMARA, I. A. Doenças Auto-Imunes. NEDAI (Núcleo de Estudos de Doenças Auto-Imunes), 2006.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A. Física. São Paulo: Cortez, 1990.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

DUSO, L. A discussão de controvérsias sociocientíficas: uma perspectiva integradora no ensino de ciências. 2015. 245 f. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2015.

FORGIARINI, M. S.; AULER, D. A abordagem de temas polêmicos na educação de jovens e adultos: o caso do "florestamento" no Rio Grande do Sul. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias. v.8, n.2, p.399-421, 2009.

FRANCO, C. e SZTAJN, P. Educação em Ciências e Matemática: Identidade e Implicações para Políticas de Formação Continuada de Professores, In: VI Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Atas. Santa Catarina: 1998. p.01.

GALVÃO, C.; REIS, P. A promoção do interesse e da relevância do ensino da ciência através da discussão de controvérsias sociocientíficas. In: Vieira, R. M., M. A. Pedrosa, F. Paixão, I. P. Martins, A. Caamaño, A. Vilches & M. J. Martín-Diaz (Coord.), Ciência-tecnologia-sociedade no ensino das ciências: Educação científica e desenvolvimento sustentável (pp. 131-135). Aveiro: Universidade de Aveiro. 2008.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Rev. adm. empres.[online]. vol. 35, n.3. 1995.

LAURENCE, L. Biologia: ensino médio, volume único. 1. ed. São Paulo: Nova Geração, 2005.

LOPES, S; ROSSO, S. Biologia - Volume único. 1ª. ed. São Paulo: Saraiva. 2005.

MUENCHEN, C. A.; DELIZOICOV, D. Os três momentos pedagógicos e o contexto de produção do livro “Física”. Ciência & Educação, Bauru, v. 20, n. 3, 617-638, 2014.

PEDRETTI, E. Teaching Science, Technology, Society and Environment (STSE) Education. In: ZEIDLER, D. (Org.) The role of the moral reasoning on socioscientific issues and discourse is science education. London, Dordrecht, Boston: KluwerAcademicPublishers, p.219-240, 2003.

RATCLIFFE, M.; GRACE, M. Science Education for citizenship: Teaching socio-scientific issues. USA: Open University Press, 2003. 181 p.

RUDDUCK, J. A strategy for handling controversial issues in the secondary school. In: J. J. Wellington (Ed.). Controversial issues in the curriculum. Oxford: BasilBlackwell, 1986, p. 6-18.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico  
 

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542