SINALÉTICA PARA DEFICIENTES AUDITIVOS NO FUTSAL

EPAMINONDAS RODRIGUES CRUZ JUNIOR, Clodoaldo valverde Valverde

Resumo


Esse trabalho trata do desenvolvimento de um protótipo nomeado JVISUAL, para aplicação no futsal de surdos. Além disso, foi feita uma revisão bibliográfica da história do Futsal de Surdos, analisando as sinaléticas usadas pelos árbitros, propondo algumas incrementações na tentativa de melhorar a comunicação dentro do futsal. A metodologia aplicada ocorreu através do desenvolvimento do trabalho de campo, no qual utilizou-se o equipamento JVISUAL na Associação de Surdos de Goiânia, no Campeonato Goiano de Futsal de Surdos – 2019, na cidade de Anápolis-GO, no Campeonato Brasileiro de Futsal de Surdos – 2019, na cidade de Cascavel-PR e na Surdolimpíadas do Brasil – 2019, na cidade de Pará de Minas-MG. Participaram do estudo, 50 pessoas dentre atletas, árbitros e professores. Os resultados apontam a importância do árbitro saber Libras e ainda destaca que o JVISUAL é um equipamento que trabalha a melhora na visibilidade e traz uma nova perspectiva da comunidade surda, em saber que está sendo incluída em novas tecnologias do mundo globalizado.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, P. Regras de futebol. São Paulo: Cia Brasileira, 1999

AUSUBEL, D. et al. Psicologia educativa: um ponto de vista cognitivo. Cidade do México: Trilla, 1988.

BENTO, J. O. Corpo e desporto: reflexões em torno dessa relação. In: MOREIRA, W. W. (Org.). Século XXI: a era do corpo ativo. Campinas: Papirus, 2006a, p. 155–82

CARVALHO, M.D.; GONÇALVES, P. Visão periférica e futebol: testes e treinamentos. São Paulo: Hipócrates. 1997.

CBDS. Regulamento Geral de Eventos Esportivos. Confederação Brasileira de Desportos de Surdos. Disponível em: http://cbds.org.br/wp-content/uploads/2015/03/RGE-CBDS-2017.pdf. Acessado em: 13/12/2019.

CBDS. Regulamento Nacional do Campeonato Brasileiro de Futsal de Surdos. Disponível: http://www.cbfs.com.br/2015/futsal/regras/Livro_Nacional_de_Regras_2019.pdf. Acessado em: 27 jun. 2019.

CBFS. Livro Nacional de Regras 2019. Confederação Brasileira de Futebol de Salão. 2009. Disponível em: cbfs.com.br/2015/futsal/regras/Livro_Nacional_de_Regras_2019.pdf. Acesso em: 13/12/2019.

DIZEU, L. C. T. B.; CAPORALI, S. A.; A Língua de Sinais Constituindo o Surdo com Sujeito. Educ. Soc., Campinas, vol. 26, n. 91, p. 583-597, Maio/Ago. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v26n91/a14v2691.pdf . Acesso em: 13/12/2019.

DUARTE, O. Futebol: história e regras. São Paulo: Makron Books, 1997.

FERNANDES, L. G. O. Leis e Regulamentos do Futebol de Salão. Cia Brasil. 1968.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.

LIMA, T.C. S, PEREIRAS, M.C. C., MORAES, R. M. Influência da surdez no desenvolvimento motor e do equilíbrio em crianças. Brazilian Journal of Motor Behavior, 2011.

MONTEIRO, M. S. História dos movimentos dos surdos e o reconhecimento da Libras no Brasil. ETD – Educação Temática Digital, Campinas, v. 7, n. 2, p. 292-302, jun. 2006.

NAZARENO, A. Fundamentos de arbitragem de futebol. Porto Alegre: Sulina, 1997.

NEGRELLI, M. E. D; MARCON, S. S. Família e a Criança Surda. Rev. Ciência, Cuidado e Saúde. Maringá, v. 5, n. 1, p. 98 -107, jan./abr. 2006.

ROGERS, C. R. Tornar-se pessoa. São Paulo. Martins Fontes, 1988.

SALDANHA, J. O futebol. Rio de Janeiro: Edições Bloch, 1971.

SALES, R. M., Futsal e o Futebol: bases metodológicas. 1°ed. Ícone. São Paulo. p. 175- 177. 2011.

SANTOS FILHA, D. A. Atividades Físicas para Surdos. 2006

SARMENTO, F. Os surdos no desporto. In: COELHO, O. e KLEIN, M. (Coord.). Cartografias da surdez: comunidades, línguas, práticas e pedagogia. Porto: Livpsic, 2013.

SOLER, R. Educação Física Inclusiva na Escola: em busca de escola plural 2º Ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2009.

STROBEL, K. As imagens do outro sobre a cultura surda. Florianópolis: Editorada UFSC, 2008.

REIS, R. E; MEZZADRI. F. M. Pedagogia do Esporte. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo. Edição Especial. v.9. n.35. p.361-368. Jan./Dez. 2017.

PERLIN, G. T. T.; STROBEL, Karin. Fundamentos da Educação de Surdos. Florianópolis: UFSC, 2006.

PERLIN, G. T. Surdos: cultura e pedagogia. In. THOMA, A. S., LOPES, M. C. (org). A invenção da surdez II: espaços e tempos de aprendizagem na educação de surdos. Santa Cruz do Sul, EDUNISC, 2006.

TELLES, L. F. P. Elementos da Comunicação e sua Formas de Planejamento. Anuário da Produção Acadêmica Docente. Vol. III, Nº. 5, Ano 2009. Disponível em: https://repositorio.pgsskroton.com.br/bitstream/123456789/1355/1/Artigo%2012.pdf. Acessado em: 13 dez. 2019.

THOMPSON, K. Estudos Culturais e educação no mundo contemporâneo. In SILVEIRA, R. M.. (Org.) Cultura, poder e educação. Um debate sobre Estudos Culturais em Educação. Canoas: ULBRA, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico    Latindex Sumarios

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542