SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA PARA O ESTUDO DO TEMA ÁGUA UTILIZANDO O MICROSCÓPIO DE GOTA

Leandro da Silva Barcellos, Suiany Vitorino Gervásio, Geide Rosa Coelho, Mirian do Amaral Jonis Silva

Resumo


Nosso objetivo é apresentar e discutir um produto educacional que consiste em uma Sequência de Ensino Investigativa (SEI) para o estudo do tema água. O produto inclui textos de suporte para professores aplicáveis às diferentes áreas do currículo escolar. O microscópio de gota foi o principal recurso de ensino utilizado. Discutimos o processo de construção e validação da SEI a partir de uma Intervenção em pedagógica em aulas de Ciências em uma turma do sexto ano do Ensino Fundamental de uma pública de Vitória, ES. Os dados foram produzidos com base no diário de campo da licencianda que conduziu as atividades, registrando-se as interações discursivas entre os sujeitos de sala de aula, por meio de gravações em áudio. Analisamos qualitativamente os indícios de práticas científicas e epistêmicas durante a intervenção, tendo como referência autores que compreendem a atividade científica como uma prática social. Os resultados sinalizam o potencial investigativo da SEI. As práticas epistêmicas foram identificadas nas discussões dos aspectos físicos e biológicos da água. Destacamos a possibilidade de ressignificação do produto educacional para o uso em qualquer série da educação básica ou no ensino superior, e de articulação com disciplinas de outras áreas para ampliação da discussão do tema e contribuições para promoção da alfabetização científica.


Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR JR, O. Sequências de Ensino de Física orientadas pela pesquisa educacional: princípios orientadores e ação docente comprometida com mudanças. In: AGUIAR JR, O. (Org). Sequências de ensino de Física orientadas pela pesquisa: experiências do PIBID e Pró-Mestre-UFMG. Belo Horizonte: Fapemig, p. 13-31, 2018.

BARCELLOS, L. da S.; COELHO, G. R. Uma análise das interações discursivas em uma aula investigativa de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental sobre medidas protetivas contra a exposição ao sol. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 1, p. 179-199, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2019v24n1p179

BARCELLOS, L. da S.; GERVÁSIO, S. V.; JONIS SILVA, M. do A.; COELHO, G. R. A Mediação Pedagógica de uma Licencianda em Ciências Biológicas em uma Aula Investigativa de Ciências Envolvendo Conceitos Físicos. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 19, p. 37–65, 2019. DOI: 10.28976/1984-2686rbpec2019u3765

BRICCIA, V.; CARVALHO, A. M. P. Competência e Formação Docente dos Anos Iniciais para Educação Científica. Ensaio: Pesquisa e Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 1–22, 2016.

CARVALHO, A. M. P. O ensino de ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. In A. M. P. Carvalho (Org.) Ensino de Ciências por investigação: Condições para implementação em sala de aula. (pp. 1–20). São Paulo: Cengage Learning, 2013.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 8. ed. Ijuí: Unijuí, 2018.

COELHO, G. Residência pedagógica, ensino por investigação e a profissionalização de professores de física de uma universidade pública federal. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 12, n. 25, p. 173-186, 2020.

COELHO, G. R.; AMBRÓZIO, R. M. O ensino por investigação na formação inicial de professores de Física: uma experiência da Residência Pedagógica de uma Universidade Pública Federal. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 36, n. 2, p. 450-513, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2019v36n2p490

DAMIANI, M. F.; ROCHEFORT, R. S.; DE CASTRO, R. F.; DARIZ, M. R.; PINHEIRO, S. S. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de Educação, n. 45, p. 57-67, 2013.

DORTA, M. P.; SOUSA, E. C. P.; MURAMATSU, M. O projetor de gotas e suas diversas abordagens interdisciplinares no Ensino de Física. Revista Brasileira de Ensino Física, São Paulo, v. 38, n. 4, p. 1-9, 2016.

JIMÉNEZ-ALEIXANDRE M. P.; MORTIMER E. F.; SILVA A. C. T.; DÍAZ J. Epistemic Practices: an analytical framework for science classrooms. Paper presented to AERA, New York City, 2008.

KELLY, G. J. Inquiry, activity and epistemic practice. In: Duschl, R. A.; Grandy, R. E. (Eds.). Teaching scientific inquiry: recommendations for research and implementation. Rotterdam, Taipei, Sense Publishers, p. 99-117, 2008.

KELLY, G.; DUSCHL, R. A. Toward a research agenda for epistemological studies in science education. In: Annual meeting of the National association for research in Science Education, Nova Orleans, Louisiana, EUA, Abril de 2002.

LIMA, J. G. S. A.; COSTA, J. S. G.; PERNAMBUCO, M. M. C. A. Ensino médio e interdisciplinaridade: reflexões sobre o ensino de sociologia. Holos, Rio Grande do Norte, v. 2, p. 174-183, 2012.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica contexto das series iniciais. Ensaio - Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, jun. 2001.

MARQUES, A. C. T. L.; MARANDINO, M. Alfabetização científica, criança e espaços de educação não formal: diálogos possíveis. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, e170831, 2018.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D. As práticas epistêmicas na construção de uma atividade investigativa de Biologia para o ensino superior. Compartilhe Docência, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 29-42, 2016.

PAGANOTTI, A.; DICKMAN, A. G. Caracterizando o professor de ciências: quem ensina tópicos de física no ensino fundamental? In XIX Simpósio Nacional de Ensino de Física, Manaus AM, 2011.

PLANINSIC, G. Water-Drop Projector. Physics Teacher, v. 39, n. 76, 2001. https://doi.org/10.1119/1.1355162

SASSERON, L. H. Alfabetização Científica, Ensino por Investigação e Argumentação: relações entre ciências da natureza e escola. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 17, n. esp., p. 49–67, 2015.

SASSERON, L. H. Ensino de Ciências por Investigação e o Desenvolvimento de Práticas: Uma Mirada para a Base Nacional Comum Curricular. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 18, n. 3, p. 1061-1085, 2018.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Almejando a Alfabetização Científica no Ensino Fundamental: a proposição e a procura de indicadores do processo. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 333-352, 2008.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Alfabetização Científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 59-77, 2011.

SASSERON, L. H.; DUSCHL, R. A. Ensino de ciências e as Práticas epistêmicas: o papel do professor e o engajamento dos estudantes. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 21, p. 52-67, 2016.

SILVA, A. C. T. Interações discursivas e práticas epistêmicas em salas de aula de ciências. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 17, p. 69-96, 2015.

SILVA, F. A. R. O Ensino por investigação e as práticas epistêmicas: referenciais para a análise da dinâmica discursiva da disciplina “Projetos em Bioquímica”. In: VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2009, Florianópolis. Anais do ... Encontro Nacional de Pesquisadores em Educação em Ciências, 2009.

SILVA, M. B. E.; GEROLIN, E. C.; TRIVELATO, S. L. F. A Importância da Autonomia dos Estudantes para a Ocorrência de Práticas Epistêmicas no Ensino por Investigação. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 18, n. 3, p. 905-933, 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico    Latindex Sumarios

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542