LETRAMENTO CIENTÍFICO E CRENÇAS CTSA EM ESTUDANTES DE PEDAGOGIA

Debora Dalila da Silva Almeida Santiago, Albino Oliveira Nunes, Leonardo Alcântara Alves

Resumo


É importante trabalhar questões relacionadas ao letramento científico desde os primeiros anos da vida escolar sendo esse período de aprendizagem intermediado pelo professor licenciado em pedagogia. Assim, pensando nessa necessidade de preparar os pedagogos para promover o letramento científico, no presente trabalho objetivou-se analisar o nível de letramento científico e as crenças sobre as relações entre ciência, tecnologia, sociedade e ambiente(CTSA) de alunos do curso de pedagogia. Para isso utilizamos dois instrumentos de coleta de dados o Test of Scientific Literacy Skills (teste de habilidades de letramento científico) - TOSLS, que já é amplamente utilizado para medir habilidades e competências de letramento científico, e uma escala tipo Likert, elaborada por um dos autores para perceber a visão dos discentes sobre CTSA. Apesar das dificuldades em utilizar as habilidades de letramento científico no TOSLS, os alunos apresentaram bons resultados na escala tipo Likert. Podemos perceber, assim, uma visão crítica sobre a relação CTSA. 


Texto completo:

PDF

Referências


AULER, D.; DELIZOICOV, D. Educação CTS: articulação entre pressupostos do educador brasileiro Paulo Freire e referenciais ligados ao movimento CTS. O Encontro Iberoamericano sobre las Relaciones CTS en la Educación Científica, 1, 2006.Anais […] Málaga: Editora da Universidad de Málaga, Disponível em: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/fisica/educ_cts_delizoicov_auler.pdf Acesso em: 23 de maio de 2020.

BRASIL/CNE. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006.

CHRISPINO, A. Introdução aos enfoques CTS – ciência, tecnologia e sociedade - na educação e no ensino. 1. Ed. Madrid: OEI –Organização dos estados Iberoamericanos, 2017.

CEREZO, A. L. Ciencia, Tecnología y Sociedad: el estadode la cuestión en Europa y Estados Unidos. Revista Iberoamericana De Educación. n. 18, p. 13-40, 1998.

CEREZO, A. L. Ibero-american Perspectives. In: MITCHAM, C. (Ed.) Encyclopedia of Science, Technology and Ethics. Michigan: Thomson Gale, 2005.

DAGNINO, R. A construção do Espaço Ibero-americano do Conhecimento, os estudos sobre ciência, tecnologia e sociedade e a política científica e tecnológica. Revista CTS, v. 4, n. 12, p. 93-114, 2009.

FRIGOTTO, G. A dupla face do trabalho: criação e destruição da vida. In : FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.A experiência do trabalho e a educação básica. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

GOMES, A. S. A.; ALMEIDA, A. C. P. C. Letramento científico e consciência metacognitiva de grupos de professores em formação inicial e continuada: um estudo exploratório. Amazônia:Revista de Educação em Ciências e Matemática. v.12, n. 24, p. 53-73, 2016.

GORMALLY, C.; BRICKMAN, P.; LUTZ, M. Developing a Test of Scientific Literacy Skills(TOSLS): Measuring Undergraduates’ Evaluation of Scientific Information and Arguments. CBE Life Sci Educ. v.11, n.4, p.364-377, 2012.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa crítica. In: NOVAK, J. D.; VALADARES, J. A.; CACHAPUZ,A. F.; PRAIA, J. F.; MARTÍNEZ, R. D.; MONTERO, W. H.; PEDROSA, M. E. Teoria da aprendizagem significativa. Contributos do III Encontro Internacional sobre Aprendizagem Significativa, Lisboa: Peniche, 2000.

MORETTIN, P. A.; BUSSAB, W. de O.Estatística Básica. 6 ed., São Paulo: Saraiva, 2010.

NUNES, A. O., DANTAS, J. M. As relações ciência–tecnologia–sociedade-ambiente (CTSA) e as atitudes dos licenciandos em química, Educación Química, v. 23, n. 1, 2012, 85-90.

RODRIGUES, V. A. B.Contribuições do ensino de ciências com enfoque CTS para o desenvolvimento do letramento científico dos estudantes. 2017. 162f. Dissertação (Mestrado em Educação)Universidade Federal de Minas Gerais, Bleo Horizonte, 2017.

SANTOS, W. L. P. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 36, p. 474 – 492, set./dez. 2007.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. Construindo argumentação na sala de aula: a presença do ciclo argumentativo, os indicadores de Alfabetização Científica e o padrão de Toulmin. Ciência e Educação, v. 17, n. 1, p. 97 – 114, 2011.

SANTIAGO, D. D. S.; NUNES, A. O.; ALVES, L. A. O estado do conhecimento de pesquisas sobre formação de professores com enfoque CTSA no Brasil. South American Journalof Basic Education, TechnicalandTechnological , v. 7, n. 2, p. 596-615, 28 jul. 2020.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência – Tecnologia – Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 2, p. 110-132, Dez. 2000.

SILVA. P. B. C. Tecnologia e Sociedade Na América Latina nas décadas de 60 e 70: análise de obras do período.2015. 133f. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Educação) - Centro Federal de Educação e Tecnologia Celso Suckow da Fonseca, Rio de Janeiro, 2015.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. (et al). 3 ed, São Paulo: Atlas, 2012.

VILCHES, A.; PÉREZ, D. G.; PRAIA, J. De CTS a CTSA: educação por um futuro sustentável. In: SANTOS, W. L. P.; AULER, D. CTS e Educação: desafios, tendências e resultados de pesquisas. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2011.

VIEIRA, S. Como elaborar questionários. São Paulo: Atlas, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico    Latindex Sumarios

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542