O PRINCÍPIO DA FRATERNIDADE NA CONSTITUIÇÃO DE 1988: UMA ANÁLISE AXIOLÓGICO NORMATIVA

Flademir Jerônimo Belinati Martins, Sérgio Tibiriçá Amaral

Resumo


O princípio da fraternidade expresso no Preâmbulo da Constituição tem seu conteúdo jurídico por todo texto constitucional.  A referência ao bem-estar encontrada na Constituição: nos objetivos fundamentais da República (art. 3º); direitos sociais (art. 6º) e na assistência social (art. 194). São exemplos da expressão normativa da fraternidade, que nos permite atribuir-lhe a condição de princípio. Em função de conteúdo valorativo a fraternidade assume a condição de princípio relacional, uma ligação entre a igualdade e a liberdade, e entre estes com dignidade da pessoa humana e solidariedade social, adicionando, assim, uma dimensão humana, real e concreta a estes princípios clássicos.

Palavras-chave


Valores. Princípios. Fraternidade. Constituição de 1988

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. Tradução da 1. ed. brasileira por Alfredo Bosi. Rev. da tradução e tradução dos novos textos por Ivone Castilho Benedetti. Verbete ‘valor’. 4. ed. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2000, p. 989.

ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. Tradução de Virgílio Afonso da Silva. 2. ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2012.

ATIENZA, Manuel; RUIZ MANERO, Juan. Las piezas del derecho: teoria de los enunciados jurídicos. 2. ed. Barcelona: Ariel, 2007.

ÁVILA, Humberto. Teoria dos princípios: da definição à aplicação dos princípios jurídicos. 15. ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2014

BLACKBURN, Simon. Dicionário Oxford de filosofia. Verbete ‘Valor’. Rio de Janeiro, RJ: Zahar, 1997.

BRITTO, Carlos Ayres. O humanismo como categoria constitucional. Belo Horizonte: Fórum, 2007.

CABRAL DE MONCADA, L. S. Estudos de direito público. Lisboa: Coimbra Editora, 2001.

CARDUCCI, Michele. Por um direito constitucional altruísta. Tradução de Sandra Regina Martini Vial, Patrick Lucca da Ros, Cristina Lazzarotto Fortes. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2003.

CARRIÓ, Genaro R. Notas sobre derecho y linguaje. 5. ed. Buenos Aires: Abeledo Perrot, 2011.

DINIS, Marcio Augusto de Vasconcelos. Estado social e princípio da solidariedade. Revista Nomos. Fortaleza, v. 26, edição comemorativa, 2007. Disponível em: Acesso em 12 de abril de 2019.

FERRATER MORA, J. Dicionário de Filosofia. Tradução de Maria Stela Gonçalves et alii. Tomo IV. 2ª ed. São Paulo, SP: Edições Loyola, 2004.

HABERMAS, Jürgen. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Volume I. 2. ed. Tradução de Flávio Beno Sieneneichler. Rio de Janeiro, RJ: Tempo Brasileiro, 2003.

---------. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Tradução de Flávio Beno Siebeneichler. Vol. I. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HELLER, Agnes. Hipótesis para una Teoria Marxista de los Valores. Barcelona, Grijalbo, 1974.

______. A Filosofia Radical. Trad. Carlos Nelson Coutinho. São Paulo, SP: Brasiliense, 1983.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário básico de filosofia. Verbete ‘valor’. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

LACEY, Hugh. Valores e atividade científica 1. 2. ed. Tradução de Marcos Barbosa de Oliveira et alii. São Paulo: Associação Filosófica Scientiae/ Editora 34, 2008.

MANNHEIN, Karl. Diagnóstico de nosso tempo. Tradução de Octavio Alves Velho. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1973.

MARRAMAO, Giacomo. Passagio a Occidente: Filosofia e globalizzazione, apud SILVA, Ildete Regina Vale da; Brandão, Paulo de Tarso. Constituição e fraternidade: o valor normativo do preâmbulo da Constituição. Curitiba: Juruá, 2015.

MACHADO, Carlos Augusto Alcântara. A fraternidade como categoria jurídica: fundamentos e alcance. Curitiba: Appris editora, 2017.

MARTINS, Flademir Jerônimo Belinati. Dignidade da pessoa humana: princípio constitucional fundamental. 1. ed. 7. reimp. Curitiba: Juruá, 2012.

MARTINS, Flademir Jerônimo Belinati. Constituição de 1988 e seus valores no sistema: conceito, características, metanormatividade, funções, estrutura positiva, limites e possibilidades dos valores no sistema constitucional. Curitiba: Juruá, 2017.

NEVES, Marcelo. Entre Hidra e Hércules: princípios e regras constitucionais como diferença paradoxal do sistema jurídico. 2. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2014

OLIVEIRA, Olga Maria Boschi Aguiar de; LANGOSKI, Deisemara Turatti. A sustentabilidade como expressão do princípio da fraternidade. In: VERONESE, Josiane Rose Petry; OLIVEIRA, Olga Maria Boschi Aguiar de; MOTA, Sergio Ricardo Ferreira (Org). O direito no século XXI: o que a fraternidade tem a dizer. Florianópolis: Insular, 2016.

PÉREZ LUÑO, Antonio Enrique. Derechos humanos, estado de derecho y constitución. 6. ed. Madrid: Tecnos, 1999.

SILVA, Ildete Regina Vale da; BRANDÃO, Paulo de Tarso. Constituição e fraternidade: o valor normativo do preâmbulo da Constituição. Curitiba: Juruá, 2015.

SILVA, Ana Cristina Monteiro de Andrade. Princípio constitucional da solidariedade. Revista de doutrina da 4ª região. Porto Alegre, nº 57, dez. 2013. Disponível em: Acesso em 12 de abril de 2019.

SOUZA NETO, Cláudio Pereira de; SARMENTO, Daniel. Direito constitucional: teoria, história e métodos de trabalho. Belo Horizonte, MG: Fórum, 2014.

STRECK, Lenio Luiz. Verdade e consenso: constituição, hermenêutica e teorias discursivas. 5ª ed. São Paulo, SP: Saraiva, 2014.

VALE. André Rufino do. Estrutura das normas de direitos fundamentais: repensando a distinção entre regras, princípios e valores. São Paulo: Saraiva, 2009.

VÃSQUEZ, Adolfo Sanches. Ética. Tradução de João Dell’Anna. 16 ed. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 1996.

VERONESE, Eduardo Rafael Petry. Um conceito de fraternidade para o direito. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2015.

VERONESE, Josiane Rosa Petry; OLIVEIRA, Olga Maria Boshi Aguiar de. Introdução. In: VERONESE, Josiane Rose Petry; OLIVEIRA, Olga Maria Boschi Aguiar de (Org). Direito e fraternidade. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2013.

VIEIRA, Claudia Maria Carvalho do Amaral; CAMARGO, Lucas Amaral Cunha. A construção de uma sociedade fraterna como interesse tutelado pelo direito. In:

VERONESE, Josiane Rose Petry; OLIVEIRA, Olga Maria Boschi Aguiar de (Org). Direito e fraternidade. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.35356/argumenta.v0i34.1746

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Argumenta Journal Law

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil