o PACIENTE TERMINAL: REFLEXÕES SOBRE O LIMITE DO PODER DE ESCOLHA ENTRE A VIDA E A MORTE

Hildegard Taggesel GIOSTRI

Resumo


A dificuldade de aceitação da morte leva à idolatria da vida. Medicina e médicos direcionam seus objetivos para a manutenção da vida e da saúde. A morte representaria, assim, uma meta não atingida. A manutenção artificial do prolongamento da vida para um doente terminal, além de inútil, pode não representar o seu desejo, conquanto possa ser a meta do médico e a dos familiares daquele paciente. A dor e o sofrimento há que serem repensados dentro de uma visão holística. Na luta terapêutica contra o desenlace final, deveria prevalecer a pessoa do doente e não a doença da pessoa, para evitar que ao invés de se ver prolongada uma vida, se prolongue a agonia do paciente.


Texto completo:

PDF

Referências


CALLAHAN D. The troubled dream of life: living with mortality. New York: Simon e Schuster, 1993.

HORTA M. P. Paciente crónico, paciente terminal, eutanásia: problemas éticos da morte e do morrer. ln: ASSAD J. E. (Coord.). Desafios éticos. Brasília: Conselho Federal de Medicina, 1992.

KOVÃCS, Maria Julia. Morrer com dignidade. ln CARVALHO M. M. J. (Org.) Introdução à psicooncologia. São Paulo: Editorial Psy, 1994.

MORENTE, Manuel Garcia. Fundamentos de filosofia: lições preliminares. 8. ed. Tradução de Guilhermo de la Cruz Coronado. São Paulo: Mestre Jou, 1930.

PESSINI, Léo. Distanásia: até quando investir sem agredir? ln: aioética (4) : 31-43, n. 1, 1996.

___ o Eutanásia e América Latina. Aparecida (SP): Ed. Santuário, 1990. Revista ARQUIVOS DO CRMIPR, n. 21, 1989.

SILVA F. L. Direitos e deveres do paciente terminal. ln: Bioética, 1993.

THE BELMONT REPORT: ethical guideline lar the protection 01 human subjects. Washington: DHEW Publications (OS) 78-0012,1978.

TITTON, João Alceu. A conduta médica: a ética e a lei. ln: Revista ARQUIVOS DO CRMIPR, v. 7, n. 27. (Trabalho apresentado no I Curso de Atualização em Medicina Legal. seI. 1990. CuritibalPR)




DOI: http://dx.doi.org/10.35356/argumenta.v2i2.88

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista Argumenta

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil