Editorial

Marcio Andre Martins

Resumo


Prezados(as) leitores(as)

A REPPE: Revista de Produtos Educacionais e Pesquisa em Ensino, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), acaba de publicar a primeira edição do quinto volume, contemplando estudos relevantes desenvolvidos sobre diversos temas na área de Ensino.

Os autores Silveira e Castaman, no primeiro artigo, objetivaram compreender conceitos e fundamentos de boas práticas de manipulação, produção e processamento de matérias primas e informações de propriedades nutricionais, com a finalidade de produzir um produto educacional para ser utilizado no processo de ensino e de aprendizagem. 

Na sequência, Bastos, Vestena e Sepel, no segundo artigo, trazem a inclusão da História e da Filosofia da Ciência no contexto da formação inicial em Pedagogia, em uma Instituição de Ensino Superior privada, da região central do Rio Grande do Sul (RS) – Brasil, objetivando investigar em que medida essa estratégia contribui para uma clarificação epistemológica sobre Ciência das futuras professoras. A partir da história da construção do conhecimento sobre a Reprodução Humana, foi montado um museu em sala de aula, utilizando imagens e textos dispostos em épocas históricas.

O terceiro artigo, de Stadler, Hussein e Marques, apresenta uma proposta de intervenção didática para a formação cidadã. A pesquisa e o desenvolvimento do produto educacional proposto foram realizados durante o mestrado profissional em ensino de Ciências, neste estudo os autores perceberam que há questões do Enem com potencial para promover a abordagem de Aspectos Sociocientíficos. 

No quarto artigo, Pezarini e Maciel apresentam um produto educacional voltado para o ensino da argumentação no ensino de Ciências por intermédio de um Modelo Didático Misto, produto da fusão do Padrão de Toulmin com as perspectivas de Bonini para a narração e a explicação.

Avero e Lucchese, no quinto artigo, desenvolvem uma produção na forma de uma sequência de atividades relacionadas ao ensino de Ciências, construídas à luz da Teoria de Jean Piaget e usando como temática o Sol. O objetivo das atividades propostas foi explorar conceitos de Ciências na educação infantil para crianças de 3 a 4 anos, para que também pudessem observar seu ambiente com um novo olhar. 

No artigo sexto, Rodrigues, Aves, Yonezawa e Monteiro abordam que o Pensamento Computacional é uma habilidade que reflete a capacidade de pensar do aluno na resolução de problemas. No intuito de fomentar o uso do Pensamento Computacional em aulas de Matemática, o presente estudo tem por objetivo apresentar uma abordagem metodológica para o ensino de números binários.

Os autores Silva et al., no sétimo artigo, descrevem as contribuições da produção de um jornal de divulgação científica para a formação de professores de Física. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa do tipo relato de experiência. O “RP informa” consistiu num jornal de periodicidade mensal que teve como objetivo a divulgação de notícias relacionadas a diversos temas, com destaque para os temas científicos e educacionais.

No oitavo artigo, Souza, Huf e Pinheiro apresentam considerações quanto aos produtos educacionais que abordam a resolução de problemas nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, desenvolvidos nos mestrados profissionais na área de Ensino de Ciência e Matemática no Estado do Paraná.

Stentzler, Steinheuser, Silva e Lima, no nono artigo, objetivam analisar implicações da alienação e da emancipação no processo de formação docente, atreladas à concepção de homem e de políticas públicas associadas a agências internacionais. A investigação embasou-se, em particular, no Relatório Delors (1998), o qual propõe o ‘aprender a aprender’. Seus pressupostos foram confrontados aos da Pedagogia Histórico-Crítica, pois admite-se que a formação e a atuação docente são fundamentais para a organização e transformação socioeducacionais, no intuito de formar indivíduos pensantes, que reflitam sobre o seu papel na sociedade. 

No décimo e último artigo, Arruda, Passos e Broietti tratam dos fundamentos teóricos e abordagens metodológicas de um Programa de Pesquisa, em desenvolvimento há dez anos, que investiga as ações de professores e estudantes por observação direta em sala de aula. O Programa recebeu o nome de Programa de Pesquisa sobre a Ação Docente, Ação Discente e suas Conexões (PROAÇÃO) e possui duas questões gerais de pesquisa: a) Quais ações docentes e discentes são observadas em aulas de ciências e matemática no ensino básico e superior, como elas podem ser interpretadas e de quais formas elas se conectam entre si? b) Que implicações para o ensino, a aprendizagem e a formação de professores podem ser extraídas dos resultados encontrados? No artigo são apresentadas três possibilidades de fundamentação teórica para o Programa, baseadas na articulação com a formação de professores, com as teorias sociais da ação e com a Teoria Ator-Rede. Este artigo possui sua versão em língua portuguesa e inglesa. 

Assim, diante dessa gama de proposições, desejamos que este número da REPPE promova inquietações e reflexões acerca dos diversificados temas apresentados.

 

Boa leitura!

 

Cornélio Procópio (PR), julho de 2021.

 

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico    Latindex Sumarios

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542