SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA PARA O ESTUDO DO EMPUXO NO ENSINO MÉDIO

Fábio Andrade de Moura, Rubens Silva

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar o produto educacional elaborado através de uma Sequência de Ensino Investigativo (SEI) com o tema Empuxo durante o Mestrado Profissional em Ensino Física. A construção do produto educacional é baseada na perspectiva do Ensino por Investigação; nos PCNs e na construção do conhecimento através do cognitivismo e o desenvolvimento intelectual que justificam a importância ao realizar atividades em grupo. Ao construir este produto educacional analisamos a literatura atual que define o Ensino por Investigação como ferramenta capaz de melhorar o processo de ensino e aprendizagem. Com base na literatura, organizamos o produto educacional em sete etapas: leitura de textos; questões abertas; demonstração investigativa; recursos tecnológicos; problema aberto; laboratório aberto e sistematização do conhecimento. Cada etapa da SEI possui os seguintes tópicos: Situação-problema; Conteúdo físico; Objetivo; Procedimentos metodológicos; Recursos instrucionais e Avaliação. Com base em toda fundamentação teórica discutida no artigo e analisando alguns casos de produtos educacionais, que estão alinhados com esta pesquisa, ponderamos sobre a importância do planejamento e aplicação dos produtos educacionais nas escolas e concluímos que os mesmos têm sua importância no contexto educacional, pois, promovem condições de ser aplicado em várias escolas.


Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, M. C. P. S. Ensino por investigação: Problematizando as atividades em sala de aula In. Carvalho, A. M. P. (org). Ensino de Ciências: Unindo a pesquisa e a prática. cap. 2, p. 19-33. São Paulo: Cengbbage Learning. 2009.

BARRELO JUNIOR, Nelson. Promovendo a Argumentação em sala de aula de Física Moderna e Contemporânea: Uma Sequência e Ensino Investigativa e as Interações Professor-Aluno. 2015. 182 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Área de Concentração: Ensino de Física, Instituto de Física e Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

BELLUCCO, A. Argumentação matemática em aulas investigativas de física. 251f. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de concentração: Ensino de Ciência e Matemática) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

BELLUCCO, A.; CARVALHO, A. M. P. Uma proposta de sequência de ensino investigativa sobre quantidade de movimento, sua conservação e as leis de Newton. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 31, n. 1, p. 30-59, nov. 2013

BORGES, A. T. Novos rumos para o laboratório escolar de ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 19, n. 3, p. 291-313. 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. PCN: Parâmetros Curriculares Nacionais - ensino médio: ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC. 58p. 1999.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. PCN+: orientações educacionais complementares aos parâmetros curriculares nacionais - ensino médio: ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC. 144 p. 2002.

CARVALHO, A. M. P. (org). Calor e Temperatura: Um ensino por investigação. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2014.

CARVALHO, A. M. P. O Ensino de Ciências e a proposição de Sequências de Ensino Investigativas In: CARVALHO, A. M. P. (org). Ensino de ciências por investigação: condições para implementação em sala de aula. Cap. 1 p. 01-20. São Paulo: Cengage Learning, 2016.

CARVALHO, A. M. P. SASSERON, L. H. Ensino de física por investigação: referencial teórico e as pesquisas sobre as sequências de ensino investigativas. Ensino Em Re-vista, Uberlândia, v.22, n.2, p.249-266, jul./dez. 2015.

HODSON, D. Hacia un enfoque más crítico del trabajo de laboratorio. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, v. 12, n. 3, p. 299-313, 1994.

MOREIRA, M. A; MASSONI, N. T. Noções básicas de epistemologias e teorias de aprendizagem como subsídios para a organização de sequências de ensino-aprendizagem em Ciências/Física. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2016.

MOURA, F. A. ENSINO DE FÍSICA POR INVESTIGAÇÃO: Uma Proposta para o Ensino de Empuxo para alunos do Ensino Médio. 2018. 98 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Física, Faculdade de Física, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2018.

MOURA, F. A.; MANDARINO, P. H. P. Ensino de Física por Investigação: relato de caso sobre uma sequência didática de aulas experimentais no ensino de empuxo. In: Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino de Ciências, 2., 2017, Campina Grande. Anais do II CONAPESC. Campina Grande: Editora Realize, 2017. v. 1, p. 1 - 3.

MOURA, Fábio Andrade de; SILVA, Rubens. O Ensino de Física por Investigação: A socioconstrução do conhecimento para medir a aceleração gravitacional. Research, Society And Development, [s.l.], v. 8, n. 3, p.1083771-13, 1 jan. 2019. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i3.771. Disponível em: . Acesso em: 01 mar. 2019.

MOURA, F. A.; SILVA, Rubens. Uma Proposta para o Estudo de Empuxo por meio de Atividades Investigativas. Revista do Professor de Física, [s.l.], v. 3, n. 1, p.155-176, 10 abr. 2019. Biblioteca Central da UNB. http://dx.doi.org/10.26512/rpf.v3i1.21160. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2019.

NASCIMENTO, B. L. D. do et al. “Biodicas”: desenvolvimento e aplicação de um jogo didático para o ensino médio. Revista Ciências & ideias, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p.1-12, jul. 2012.

NUNES, P. R.; CHAVES, A. C. L. Ciano Quiz: um jogo digital sobre cianobactérias como instrumento para a educação ambiental no ensino médio. Revista Ciências & Ideias. Issn: 2176-1477, [s.l.], v. 7, n. 3, p.324-349, 17 fev. 2017. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ. http://dx.doi.org/10.22407/issn.2176-1477.2016v7i3447.

PIAGET, Jean. Discurso do diretor do Bureal Internacional d’Éducation (e outras intervenções). In: Décima primeira conferência internacional de instrução pública. Reflexões e recomendações. Genebra: Bureau international d’éducation, 1948. p. 22-23; 28; 36; 48; 80. 1948.

SOUZA, T. N. Engajamento disciplinar produtivo e o ensino por investigação: estudo de caso em aulas de física no ensino médio. 136f. Dissertação (Mestrado – Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química e Instituto de Biociências. Área de Concentração: Ensino de Física) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.b.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 2ª ed. Brasileira. São Paulo: Martins Fontes, 1988. 168p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista REPPE está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem: 
DOAJ DIADORIM  Google Acadêmico    Latindex Sumarios

Licença Creative Commons
Revista Reppe está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://uenp.edu.br/reppe

 

Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino - REPPE - ISSN: 2526-9542