O PODER PSIQUIÁTRICO E SEUS DESDOBRAMENTOS NO SISTEMA PUNITIVO BRASILEIRO: NOVOS HORIZONTES ANTIMANICOMIAIS

Autores

  • Augusto Jobim do Amaral PUCRS
  • Camila Oliveira Angel PUCRS.

DOI:

https://doi.org/10.35356/argumenta.v0i28.1132

Palavras-chave:

Poder Psiquiátrico, Criminologia, Medidas de Segurança, Antipsiquiatria.

Resumo

O objetivo deste trabalho é demonstrar, primeiramente, de que forma o Poder Psiquiátrico ergueu-se, como saber científico e como atividade determinante no âmbito punitivo. Ademais, focando-se nos desdobramentos acarretados pela ligação dos conceitos de crime e loucura, tanto no plano jurídico, quanto nas áreas de saúde mental, serão analisadas as forças que influenciaram a criação do sistema de responsabilização criminal vigente. Por fim, através das controvérsias neste sistema, expõem-se as estratégias das chamadas medidas de segurança através do aporte crítico advindo das novas práticas surgidas como alternativas e propostas pelos movimentos antimanicomiais e antipsiquiátricos.

Biografia do Autor

Augusto Jobim do Amaral, PUCRS

Doutor em Altos Estudos pela Universidade de Coimbra (Portugal) e Doutor em Ciências Criminais pela PUCRS. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais (Mestrado/Doutorado) da PUCRS

Camila Oliveira Angel, PUCRS.

Advogada. Especialista em Ciências Penais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Downloads

Publicado

01-08-2018

Edição

Seção

Artigos