A PRECARIZAÇÃO DA VIDA E O HOMO SACER BRASILEIRO: O ALASTRAMENTO DA VIDA NUA NA SOCIEDADE BRASILEIRA E A BIOPOLÍTICA

Thiago Penzin Alves Martins

Resumo


Este trabalho buscará, a partir da análise dos principais conceitos apresentados na obra “Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua”, de Giorgio Agamben, quais sejam, os conceitos de vida nua, biopolítica, homo sacer, bando, sacro e poder soberano, demonstrar que a sociedade brasileira pode servir perfeitamente como objeto de análise a partir da perspectiva apresentada na obra mencionada, uma vez que nela se prioriza cada vez mais o discurso relativo à implementação de direitos e garantias fundamentais, entretanto este permanece somente o aspecto discursivo, e portanto, poderíamos dizer que a o discurso normativo jurídico é meramente simbólico. Neste sentido, percebe-se uma verdadeira precarização da vida do brasileiro, em detrimento da ausência de pragmatismo na implementação de direitos fundamentais. Considerando isto, tentaremos demonstrar que a biopolítica está fundamentalmente ligada ao que concerne à precarização, como forma de legitimar as arbitrariedades do Estado.


Palavras-chave


Precarização. Homo Sacer. Vida Nua. Biopolítica

Texto completo:

PDF . .

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Homo sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. 207 p.

___________. Estado de exceção: homo sacer, II, I. São Paulo: Boitempo, 2004. 142p.

ARENDT, Hannah. Compreensão e política e outros ensaios: 1930-1954. Lisboa: Antropos, 2001. 354 p.

CAMARA, Heloisa F. Considerações sobre a biopolítica a partir do conto Colônia Penal de Kafka. In: Conpedi, 2008, Salvador. Anais de Salvador. Florianópolis : Boiteux, 2008.

CAPONI, Sandra. A biopolítica da população e a experimentação com seres humanos. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, jun. 2004. Disponível em . acessos em 25 abr. 2011.

DUARTE, A. (2007). Sobre a biopolítica: de Foucault ao século XXI. Revista Cinética: estéticas da biopolítica. Disponível em:

e.htm>. Acesso em: 26 abril 2011.

ENRIQUEZ, Eugéne. O homem do século XXI: sujeito autônomo ou individuo descartável. RAE-Eletronica, v. 5, n° 1, art 10, janeiro/junho, 2006

GONTIJO, Lucas; ARCELO, Adalberto. A Biopolítica nos Estados Democráticos de Direito: A Reprodução da Subcidadania sob a Édige da Constitucionalização Simbólica. In: XVIII Congresso Nacional do CONPEDI - São Paulo, 2009, São Paulo - SP. Anais do XVIII Congresso Nacional do CONPEDI - São Paulo - SP. Florianópolis SC: Fundação Boiteux, 2009.

PEDRINHA, Roberta Duboc; SOUZA, Taiguara Libano Soares e. O Homo Sacer e o Estado de Exceção: a Segurança Pública fluminense à luz do pensamento de G. Agamben. In: XIV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009, Rio de Janeiro.

SILVEIRA, R. D. ; FURBINO, R. E. . O Estado de Exceção e o Homo Sacer: um enfoque jurídico sociológico sobre a importância do processo a partir da obra Memórias do Cárcere de Graciliano Ramos. In: XIX Encontro do Conpedi, 2010, Fortaleza. Direito, arte, literatura e interdisciplinaridade, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.35356/argumenta.v0i19.381

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista Argumenta

 A Revista Argumenta está cadastrada nos diretórios e indexada nas bases que seguem:
DOAJ DRJILivre! Proquest EBSCO  DIADORIM IBICT LAINDEX

 

ARGUMENTA JOURNAL LAW

Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica

E-mail : argumenta@uenp.edu.br
Telefone/fax 4335258953
Horário de atendimento de segunda-feira à sexta-feira 14 às 17h e das 19 às 23h e nos sábados das 08 até 12h
Endereço: Av. Manoel Ribas, 711 - 1º andar
Jacarezinho PR - 86400-000 - Brasil